Dicas Sobre Financiamento da Caixa Econômica Federal


-- É necessário já possuir o terreno para financiamento da construção?

Não. A Caixa Econômica financia, além da construção, a aquisição do terreno + construção.
No caso do beneficiado já possuir o lote este entrará como garantia.

-- No caso de financiamento de construção, a CAIXA paga somente o material de construção ou a mão
de obra também ?


O financiamento paga tanto materiais de construção como mão-de-obra. E o mais interessante é que depois de aprovado o financiamento o proponente não precisa apresentar nota fiscal de compra de materiais nem prestar contas de quanto pagou para os pedreiros, porque todo o detalhamento já foi feito pelo seu engenheiro quando ele preencheu as planilhas da obra.

-- É preciso tirar o nome do SPC para me cadastrar no programa?

A CEF na hora do cadastro do cliente consulta as restrições deste no SPC, SERASA e Banco Central. Tais restrições são consideradas pelo banco como fatores impeditivos.

-- Quem decide o projeto da casa é o futuro proprietário ou a CAIXA?

É o proprietário juntamente com o engenheiro contratado. Por isso a preocupação de que seja um engenheiro já habituado a processos da CAIXA. Procure um profissional que já tenha participado de algum projeto "aprovado" deste banco, pois há uma série de particularidades que este banco exige, além de várias planilhas de especificações técnicas e cronograma.

-- Como funciona o repasse de dinheiro da CAIXA no processo da construção e aquisição do lote?

De posse de toda a documentação e projetos aprovados pela prefeitura e CREA o proponente será entrevistado pelo banco para análise de todos os papéis. O cadastro sendo aprovado, a documentação segue para o jurídico e os projetos e planilhas para o setor de engenharia. Tudo estando OK a liberação do dinheiro será da seguinte maneira:
      1º) à vista: pagamento do dinheiro do terreno diretamente na conta do vendedor;
      2º) 1º parcela: pagamento da primeira parcela do financiamento da construção quando a primeira etapa estabelecida pelo seu engenheiro estiver concluída;
      3º) 2º parcela: da mesma forma da 2º;
      4º) 3º parcela: da mesma forma da 3º.
Caso a sua obra necessite de mais de 03 etapas (meses de obra) ela terá mais parcelas.
Ficou claro que é bom ter um dinheiro guardado para adiantamento dos pedreiros e um talão de cheques ou notinha na casa de materiais de construção por 30 dias até a liberação do dinheiro da CAIXA.
No mercado hoje existe construtoras que aguardam o recebimento das parcelas da CAIXA, a Pastori Engenharia é uma delas em Itumbiara-GO.

-- É possível alterar o projeto na fase da execução?

Certamente. É só comunicar o engenheiro da obra (...o que você contratou) para ele fazer as mudanças no projeto, requerer a aprovação da prefeitura e CREA, e em seguida comunicar a CAIXA. Esta solicitação de alteração será encaminhada para o setor de engenharia do banco e se ele der parecer positivo, ok!

-- Pra quem não é casado, mas tem união estável, é possível associar a renda com o outro cônjuge?

É possível. A CAIXA possui um documento que o casal assina afirmando que possui união estável daí é possível associar a renda do outro.

-- A respeito de imóveis usados, é possível financiá-los 100%?

Depende do que se entende de usado. A Caixa Econômica entende como imóvel usado aquele que possui mais de 6 meses de averbação junto ao Cartório de Registro.
Então se o imóvel, por exemplo, possui mais de 10 anos de construção mas foi averbado a menos de 06 meses então este pode ser financiado até 100%.
Lógico que para financiar 100% depende do tempo de financiamento e da renda do proponente, lembrando que este não pode comprometer mais de 30% da renda bruta.

-- A CEF financia qualquer imóvel, ou tem alguns que ela não aprova?


Tem alguns imóveis que a Caixa não aceita como garantia. Por isso, antes de fechar qualquer negócio ou adiantar qualquer sinal procure um profissional que entenda quais são os fatores impeditivos que a Caixa analisa. Regra básica: verificar se a residência possui corredores de 1,5 m no mínimo; se ao redor do imóvel possui uma calçada de proteção de no mínimo 0,50 m (para proteger de infiltrações no alicerce); se a casa foi construída na divisa esta não pode possuir janelas invadindo o terreno vizinho (... não adianta fechá-las se o ambiente ficar insalubre, nada feito.); dentro da residência deve possuir um quadro de disjuntores, com no mínimo 01 para cada chuveiro e outro para o restante das tomadas e lâmpadas; o imóvel deve estar todo pintado, pelo menos com um fundo selador; tem que estar com todas as instalações elétricas e hidráulicas em perfeito funcionamento; possuir cerâmica pelo menos de 1/2 vez nos banheiros, e cerâmica ao redor da pia de cozinha;ah, não é obrigatório o ímóvel ter muro e calçadas, muito menos ser de laje, isso não é fator impeditivo, apenas será avaliado com o preço menor do que com laje.

-- Afinal de contas, é melhor construir ou comprar a casa pronta?


Particularmente, prefiro a construção. Concordo que é a que dá mais preocupação e dores de cabeça, seja com pedreiros, compra de materiais ou cumprir o cronograma estabelecido. Porém se você contrata uma empresa responsável para tomar conta da obra você no final da construção terá uma casa que valerá muito mais do que foi investido.
Enquanto que com este clima de supervalorização do setor imobiliário você comprando um imóvel usado estará pagando muito mais do que ele vale, correrá o risco de ter problemas com instalações elétricas, hidrossanitárias, infiltrações ou goteiras pois não sabe como foi feita, e não terá planejado sua casa uma vez que o projeto permite isso.
Poços de Caldas, Sul de Minas Gerais

chat FX online casino Internet casino Hit Counters
Você é o Visitante Nº:
Criado em 20/10/2009
Navegue
Serviços
Conheça
Utilidades
© 2009 - 2011   Alex Art's Digitais  - Todos os direitos reservados
Economize com taxas na aquisição de um imovel..
Pessoa Juridica Também pode financiar pela CEF?
Sim, na Caixa Econômica há essa opção. Os bancos atualmente oferecem variadas alternativas para financiar imóveis residenciais. Milhares de famílias já realizaram o sonho da casa própria graças às linhas de crédito bancárias. Mas quanto às pequenas e médias empresas? Se você quer adquirir um imóvel para seu empreendimento, através de pessoa jurídica, pode obter um financiamento?
Na Caixa Econômica isso é possível. E o início do processo se dá pela internet, no próprio site do banco, através desta página. Para começar, você deve escolher entre financiamento para “aquisição” ou “reforma”. Neste exemplo, vamos usar “aquisição”. Você vai encontrar quatro opções de financiamento para pessoa jurídica: “Novo”, “Usado”, “Terreno” ou “Na planta”. Suponhamos que o imóvel pretendido é novo: destinado a empresários que desejam construir uma sede para seu negócio, ou expandir o empreendimento com a aquisição de mais uma unidade. Segundo o banco, o faturamento da empresa não é levado em conta na hora de analisar o pedido de financiamento; em tese, qualquer empresa pode participar.
Dados básicos: o prazo máximo para o pagamento da dívida é 120 meses (10 anos), com taxa de juros de 13% ao ano. A Caixa realiza uma pesquisa cadastral com vendedores de imóveis e imobiliárias, de forma que o candidato a financiamento deve escolher entre um catálogo de imóveis, já disponível.
Como em outros financiamentos, você pode fazer um simulador via internet para verificar as condições. Usando o simulador para nosso exemplo, você já cede as principais informações logo na primeira parte. Assinale a opção “jurídica”, a seguir “aquisição de imóvel novo”, indique sua cidade e estado, informe o valor do imóvel e clique em avançar. Pronto, a Caixa fornece a opção de crédito disponível para o seu caso.
Blog Acompanhamento de Construção financiada - Aquisição terreno e Construção